a leveza da vida, ou o peso da vida

 

Li outro dia um artigo muito interessante sobre A LEVEZA DA VIDA. Ou sobre O PESO DA VIDA (leve a vida com leveza / bem viver / EM ), que me fez pensar.

 

leveza da vidaA maioria de nós (e eu me incluo nessa turma) carrega uma bagagem muito grande no decorrer da vida. Um fardo tanto material quanto emocional que vai acumulando sem perceber.

 

E eu pergunto: a maneira como lidamos com nossas coisas terá alguma relação com o lidar com as emoções? Será que quem é desapegado, não acumula objetos e vive faxinando o armário, também se livra com mais facilidade dos sentimentos inúteis? Consegue fazer com tranquilidade um bota fora de emoções negativas, das culpas, medos e traumas?

E que, por outro lado, quem tem um armário cheio de tranqueiras tem também mais dificuldade de desentulhar a mente?

Porque, assim como fazer uma mala de viagem, a gente sempre tem dificuldade em decidir o que leva pra frente e o que deixa pra trás.
Sempre achamos que podemos precisar daquela blusinha ali (ou daquele medo, que nos protege ao justificar as nossas indecisões).

Então viver mais leve é ter coragem de faxinar a casa e a alma, o armário e a mente, a gaveta e o coração.

Mas como isso é difícil!

 

imagens internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014. Designed by Agência EOS