o absurdo das guerras em pleno século XXI

reflexoes

Ontem, 04 de agosto, completaram-se cem anos do início da Primeira Guerra Mundial. Amanhã, 06, fazem sessenta e nove anos que foi lançada a bomba de Hiroshima.

guerras 1E hoje não dá pra deixar de falar sobre esse assunto, que está diariamente nos noticiários, chocando e entristecendo a todos nós: a guerra.

E eu pergunto: como é que pode, em pleno século XXI, assistirmos a cenas tão brutais, de seres ditos humanos, se matando uns aos outros? Cada um com seus diferentes motivos, mas igualmente lançando mão de  meios violentos e cruéis para fazer prevalecer sua razão, ideologia ou supremacia.

Como é que pode?

O ABSURDO DAS GUERRAS EM PLENO SÉCULO XXI

 

É surreal. É irracional. É injustificável.

guerras 2O que passa na cabeça desses seres que decidem atacar, bombardear, exterminar?

Existem tantas maneiras mais eficazes de se resolver conflitos. Por que escolhem a mais abominável? É mais fácil morrer que ceder? Matar que dialogar?

Existem vencedores quando se destrói, extermina, aterroriza?

E o pior é que temos que assistir impassíveis a esses horrores. Não podemos fazer nada. Porque as pessoas envolvidas com a guerra querem fazê-la. Decidem-se por ela. Escolhem agir assim.guerras 3

Apesar das pressões internacionais, políticas, sociais e humanitárias, os líderes das nações e facções em conflito não se sensibilizam, e continuam a assinar sentenças de morte em massa. Como se tivessem direito e poder sobre a vida e o destino de pessoas inocentes.

Que seres humanos são esses, meu Deus? E o que podemos fazer? Como acabar com tanto sofrimento e tanta tristeza?

Sinceramente? Eu penso que só mesmo acontecendo um milagre!

milagre

imagens internet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014. Designed by Agência EOS