por que o homem não usa seu conhecimento em prol da vida?

Desde sexta-feira passada (20) estamos no Outono, e o fim de semana em grande parte do Brasil foi chuvoso, as famosas “…águas de março fechando o verão.”

Aqui em BH desde domingo o tempo está instável e imprevisível. Você pode ir na padaria sob o sol e voltar toda molhada de chuva. Brinquei que São Pedro está bipolar.

conhecimento em prol da vidaEm algumas regiões a abençoada chuva enche os poços, os lagos, irriga as plantas, sacia os animais. Em outras chega com fúria, abundante, transborda rios, alaga cidades, mata, destrói.

E eu me pergunto por que, se o homem com toda sua “inteligência” subverte a natureza a ponto de transformá-la, não é capaz de se proteger de suas intempéries?

Por que ao realizar projetos tão minuciosamente estudados simplesmente ignora os fenômenos naturais que serão capazes de causar tantos danos a si próprio?

 

POR QUE O HOMEM NÃO USA SEU CONHECIMENTO EM PROL DA VIDA?

 

Tantas obras monumentais são realizadas, porém as mais necessárias, básicas, de saneamento, são desprezadas.

Enquanto sobra água em alguns lugares, outros são assolados pela seca.

Como é que a arquitetura, a engenharia, a tecnologia impressionantemente desenvolvidas não solucionam essas questões?conhecimento em prol da vida

É ignorância supor que um ser capaz de transportar energia, gás ou petróleo de um estado a outro, de um país a outro, e até entre continentes, por baixo da terra ou do mar, possa canalizar um líquido estável como a água, e direcioná-la de maneira que não sobre nem falte?

Não, não é. O homem é bicho danado, se quiser faz.

Mas não quer. Prefere investir em mega, ultra, super projetos.

Sair da Terra e procurar água em Marte é mais fácil do que armazenar e distribuir  a água da chuva? Com certeza mais interessante e estimulante é. E traz fama, sucesso, alimenta vaidades.

conhecimento em prol da vidaEu realmente não consigo entender que progresso é esse que não resolve os problemas mais básicos da população.

E se não fazem nas grandes capitais onde moram, como vão se preocupar com pobres coitados esturricados do sertão? Ou com desabrigados de lugarejos alagados? Não vão.

Mas sou otimista, e creio que essa nova geração que vem aí terá uma nova visão de prioridades, e trará as soluções necessárias, usando o conhecimento em prol da vida.

Porque vida é natureza. Vida é água.

E viva a água. (pela Semana Mundial da Água)

 

conhecimento em prol da vida

 

imagens internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © 2014. Designed by Agência EOS