Tag - o velho na vida da crianca

1
crianças e idosos, uma rica e proveitosa convivência

crianças e idosos, uma rica e proveitosa convivência

crianças e idosos, uma rica e proveitosa convivência

ESPECIAL MÊS DAS CRIANÇAS

 

Encerrando o mês das crianças, venho falar sobre o tema abordando também o lado oposto da infância: a velhice.

 

CRIANÇAS E IDOSOS, UMA RICA E PROVEITOSA CONVIVÊNCIA

 

Na ordem natural das coisas, as pessoas nascem, crescem e evoluem/amadurecem, pois em seu crescimento acumulam experiências, aprendem com os erros e constroem uma importante bagagem de conhecimento e sabedoria.

E qual a utilidade disso? Nada na natureza e na criação divina é por acaso.

criancas adultos e idosos 01Pesquisando sobre algumas culturas e civilizações, principalmente as mais antigas, aprendemos que muitas delas valorizam e dão lugar de destaque aos anciãos, que são considerados sábios e sempre consultados em assuntos e decisões importantes.

Nas grandes capitais desenvolvidas, onde há carência de tempo e espaço, os núcleos familiares encolheram, se reduziram a no máximo três ou quatro pessoas.

Prevalece a lei do ‘cada um por si’.

Aquelas ‘casas de vó’, cheias de gente, barulho e alegria, viraram exceção.

E, se as crianças não convivem com pessoas mais velhas, como avós e tios, suas referências praticamente se resumem aos pais, que, na maioria dos casos, ainda não criancas adultos e idosos 02tem vivência suficiente para serem exemplos, estando eles próprios a construir sua identidade e personalidade.

Resta à criança, instintivamente, ir assimilando conceitos e padrões dos indivíduos que a cercam – no bairro, na escola – que nem sempre trazem influências positivas.

As pessoas, ao viverem dispersas, quebram um ciclo importante, de compartilhamento e suporte.

Com isso, sofrem os pais inexperientes, que não sabem lidar com as demandas de seus filhos, e estes, por sua vez, crescem mais despreparados ainda, se tornando adolescentes inseguros e adultos problemáticos, num círculo vicioso.

criancas adultos e idosos 03Valores como tolerância, compreensão, paciência e altruísmo não são exclusividade da turma da melhoridade, mas são mais percebidos neles.

Isto, e sua estabilidade emocional, fazem bem às crianças, lhes dá segurança e conforto.

Por isso, a meu ver, é necessária uma volta às origens.

Parentes ou não, crianças, adultos e idosos devem se  esforçar para manter contato e conviver mais, promovendo uma integração benéfica a todos.

Para que a rica experiência de uma geração inteira não se perca, e sim ajude a construir uma nova e bela história de vida.

 

criancas adultos e idosos 04

imagens internet

Copyright © 2014. Designed by Agência EOS